Aonde estão as obrigações do Metrô


Qual o serviço mínimo a se esperar dessa empresa?

Quando estamos nas estações do Metrô de São Paulo, nos deparamos com inúmeras placa e avisos nos indicando como proceder, os cuidados com o vão entre a plataforma e o trem, cuidados com bolsas e mochilas, aviso para não prender a porta para não causar atrasos no sistema, cuidados com a bicicleta, disque denúncia, não pedir esmola e nem vender nas estações e nos trens, como também não fumar.

Tantos deveres e obrigações para o usuário, mas e o inverso: na página do Metropolitano de São Paulo temos no máximo, as notícias e avisos de atraso que esquecem de algumas questões:

  • qual é tempo máximo tolerável de atraso?
  • quais as obrigações do Metrô no caso de atraso?
  • qual a quantidade máxima de passageiros por vagão?
  • quais os planos para diminuir o impacto nos horários de pico?
  • quando podemos ser ressarcidos por prejuizos causados pela falta de serviço no Metrô?

Porque não existe uma carta de intenções que demonstrem o nível mínimo de qualidade dos serviços do Metropolitano de São Paulo, como também da infraestrutura básica a se esperar das estações, como bebedouros, toaletes, trocadores de fraldas, quiosques para consumo de alimentos e ambulatórios.

Não somos máquinas

Apesar dos anúncios de recordes do número de passageiros, não existe um retorno na qualidade dos serviços prestados, na maioria das vezes escutamos uma frase em um português horrível:

– Paramos para aguardar a movimentação do trem a frente!!!

Claro que o trem está a nossa frente, nós estamos sobre um trilho, ou está a nossa frente ou está atrás, não é possível estar ao nosso lado ou acima de nós!!! Porque não utilizar, outro trem ou do sistema. Afinal não esperaremos o trem que está atrás de nós. Em outras situações, nem anúncio do motivo da parada ou do atraso existe, num verdadeiro desrespeito a população.

Mobilização popular

Quando a população irá se conscientizar de que merece muito mais pelo valor pago. Diferente do ônibus, em que existe uma real “integração” e durante um período você tem direito a troca de ônibus e de itinerário sem pagar outra tarifa. Ledo engano, se você imagina que isto é de graça, o valor da passagem cobre muito bem isso.

No Metrô isso é mais gritante, ao sair de uma estação você tem de pagar integral se entrar em outra e o desconto no ônibus é de menos da metade de uma tarifa inteira.

“As únicas coisas que evoluem por vontade própria em uma organização são a desordem, o atrito e o mau desempenho.”  Peter Drucker

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s