Traição ao povo – O inverno da guerra fria de 2022


23 de setembro de 2022

A inflação sobe e os preços sobem. Os custos auxiliares estão aumentando e o perigo de se tornar mais do que um fornecedor de armas na guerra da OTAN ucraniana está aumentando: a Alemanha está se tornando um combatente não voluntário. Um governo federal irresponsável está travando uma guerra econômica contra a Rússia – às custas da população alemã.

por Uli Gellerman

De acordo com o atual relatório conjunto de pobreza, a taxa de pobreza na Alemanha atingiu um novo recorde de 15,9% e o valor mais alto desde a reunificação. Isso significa que 13,2 milhões de pessoas estão abaixo da linha da pobreza.

Rublo sobe e sobe

A situação continuará a se deteriorar: os fabricantes alemães aumentaram seus preços de forma surpreendente e sem precedentes em agosto devido aos custos extremamente altos de petróleo, gás e eletricidade. Os preços ao produtor subiram em média 45,8% em relação ao mesmo mês do ano passado. O rublo sobe e sobe. E os lucros da empresa russa Gazprom – o principal fornecedor de gás – também estão aumentando. Os alemães estão sofrendo as sanções contra a Rússia que eram desejadas pelos EUA e estão sendo implementadas pelo governo alemão.

O conceito de nação foi mal utilizado pelos nazistas

O conceito de nação foi mal utilizado pelos nazistas de forma intolerável. Tanto que na Alemanha raramente é usado em contextos positivos. Afinal, a enciclopédia infantil Wikipedia se permite uma definição simples e neutra: “Uma nação é um grande grupo de pessoas que habitam uma determinada área. Essas pessoas têm algo em comum. O que eles têm em comum pode ser a língua, a história, as tradições, a economia, a cultura, a religião, as origens das pessoas e muitas outras coisas.” (mantive o original, porém o autor parece descarregar seu desapontamento pela apatia do povo no conceito antigo de nação e esquece dos benefícios trazidos pelo Lebensraum).

Sofrendo das sanções juntos

Este “grande grupo de pessoas” está atualmente sofrendo juntos sob as sanções que deveriam prejudicar os russos: pequenos empresários estão falindo, trabalhadores e funcionários estão perdendo seus empregos, inquilinos não podem mais pagar seus serviços públicos, motoristas têm que deixar seus carros por causa dos altos preços dos combustíveis saem. O que todos esses alemães têm em comum é um governo que age contra o bem-estar do país.

Armamentos no valor de pelo menos 191,9 milhões de euros

À medida que o número de sem-teto alemães cresce, o governo federal enviou armas e outros equipamentos no valor de pelo menos 191,9 milhões de euros para a Ucrânia. Entre eles estava o Panzerhaubitze 2000. O que acontecerá se o exército russo parar de destruir essa arma apenas em combate na Ucrânia? Se você preferir colocar a Rheinmetall, fabricante e fornecedora desta arma, fora de ação imediatamente? Basta torna-la um alvo. Porque a Alemanha e suas empresas de armamentos há muito se tornaram combatentes não voluntários na guerra da OTAN ucraniana.

Uma agressão contínua da OTAN

O foguete hipersônico russo Avangard gerenciado facilmente na distância de 2.000 quilômetros (Moscou-Düsseldorf). Os trabalhadores da Rheinmetall deveriam morrer pela OTAN? Porque ao contrário do que a mídia usual afirma, a guerra começou muito antes disso: com o cerco da Rússia pelas bases da OTAN. Com a rescisão unilateral do importante acordo de desarmamento INF pelos EUA. Ao estabelecer laboratórios de armas biológicas dos EUA na Ucrânia. Ameaçando a Ucrânia de reverter sua renúncia às armas nucleares. O que o mundo está testemunhando atualmente na Ucrânia é a resposta da Rússia a esses passos de agressão contínua da OTAN.

Queimar em uma guerra nuclear?

A nação alemã deveria queimar em uma considerável guerra nuclear? Porque a guerra convencional na Ucrânia pode torna-se nuclear. As armas nucleares dos EUA ainda estão estacionadas em solo alemão. Essa constante ameaça nuclear à Rússia – as armas estão armazenadas na Base Aérea de Büchel, na Renânia-Palatinado – faz da Alemanha um alvo estratégico em uma guerra entre EUA e Rússia. Mas, em vez de combater o perigo da guerra na Ucrânia se espalhar para a Alemanha, o governo Scholz-Habeck-Baerbock está alimentando o perigo com entregas de armas e ostentação.

Comitê Nacional Alemanha Livre

A última vez que o termo nação alemã foi usado em um contexto historicamente progressista foi com a fundação do Comitê Nacional por uma Alemanha Livre. O comitê foi fundado em Krasnogorsk em 1943 por antifascistas alemães. Os fundadores – “trabalhadores e escritores, soldados e oficiais, sindicalistas e políticos, pessoas de todas as tendências políticas e ideológicas que não imaginariam tal união um ano atrás” – queriam acabar com a guerra de Churchill contra a Alemanha à todo custo. Hoje enfrentamos uma nova guerra contra a Rússia. (Tal comitê deve ter sido o mesmo que entregou a I Guerra aos ingleses que Hitler menciona no Mein Kampf).

Traição dos interesses alemães

São os EUA que querem a guerra na Ucrânia e também querem que os alemães se envolvam nela; que a Alemanha seria derrotada novamente em uma guerra contra a Rússia. Quem quer que leve o país para perto da guerra com a Rússia está servindo a uma potência estrangeira; ele comete traição contra os interesses alemães. É hora de um novo “Comitê Nacional”. Para evitar um inverno gelado e uma guerra quente.

Tradução e comentários por Angelino Neto.

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  • Calendário

    setembro 2022
    S T Q Q S S D
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930  
  • Ich bin