Revanchismo já


“Você, de esquerdista que não entende nada de economia, e eu, de fanático que não tem nenhum interesse pela agenda social.” Presidente dos Estados Unidos, George W. Bush ao então Presidente do Brasil, Lula.

Enquanto o cenário para o Partido dos Trabalhadores (PT) continua de mal a pior, pedidos de impeachment contra a presidente Dilma Roussef e as notícias das ligações entre seus membros e as denúncias de corrupção levantados pela operação “Lava à jato” da Polícia Federal, ainda existem aqueles que querem piorar a situação.

Os petistas que estão no governo querem criar uma cortina de fumaça nos noticiários com medidas administrativas estapafúrdias que apenas incomodam a população e nos fazer olhar para um outro lado. Um lado diferente e longe da imagem do ex presidente Lula, que segunda denúncias de delações, também recebeu propinas.

Aqui me refiro ao prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, que diminuiu a velocidade nas principais vias da cidade como as marginais para o ímpio 50 Km/h. Fato este que têm incomodado deveras a população paulistana. Mas agora além disso, continua usando a máquina da prefeitura municipal para o seu revanchismo particular e de seus “colegas de armas”, se é assim que podemos denominar os antigos “guerrilheiros” que formaram o PT.

Estão veiculando alterações nos nomes de diversas vias da cidade que tenham sido homenagens aos membros do governo durante o regime Militar, como se isso de alguma forma fosse alterar a história. O nome do projeto é ainda irônico “Ruas da Memória”, como se apagando esses nomes fosse para se manter a lembrança, o que vai ocorrer é exatamente o contrário. Ao se apagar os nomes, os fatos serão esquecidos e contados da forma que a esquerda sempre quis, distorcidos.

Para os ignorantes em “métodos esquerdistas” vale lembrar os preceitos de António Gramsci, em que pede o isolamento do indivíduo de toda tradição, costumes e história, para que ele fique mais suscetível aos ensinamentos comunistas. A máquina para a criação do “idiota útil”.

Para os que falam de “ditadura”, respondo bem simples, a pior prisão é aquela que não tem muros e nem portões, aquela em que você está preso por sua própria vontade. Refém de sua próprias necessidades, como o caso dos milhões de brasileiros “presos” ao bolsa “esmola” família.

Chega de sermos enganados com discursos apelativos e emocionais que apenas pedem “direitos” e não respondem a nossa realidade. Eles apenas atendem aos interesses de pequenos grupos que são mantidos pelo erário público. Grupos de pseudos-intelectuais que nada querem para o bem popular, querem vender “milagres” engarrafados que nunca funcionam.

“O passado serve para evidenciar as nossas falhas e dar-nos indicações para o progresso do futuro.” Henry Ford

“O texto é antigo, porém os fatos continuam em nosso cotidiano, basta procurar! Os personagens mudam mas a peça é a mesma!

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s