Um rei sem reino!!!

A melancôlica vida do herdeiro da coroa portuguesa

Após a morte em 1976, de seu pai, Duarte Nuno,  que  Dom Duarte Pío de Bragança se tornou o legítimo candidato a rei de Portugal, mas parece não existir a possibilidade do povo pedir a volta do sistema monárquico em seu país.

Em entrevista ao jornal El País, o simpático rei conversa em um polido castelhano e ironicamente mostra o retrato de seu antepassado, Nuno Álvares Pereira, o qual havia derrotado os espanhois na guerra de Aljubarrota. Mesmo vencendo, ele se mostrou amistoso aos inimigos derrotados e os tratou com piedade. Fato este visto pelo Vaticano e Nuno Álvares foi santificado a pouco tempo, segundo Dom Duarte, apesar das negativas do governo espanhol.

A entrevista ocorreu em sua residência de São Pedro de Sintra, há quarenta quilometros de Lisboa, uma bela construção, antiga, rodeada por jardins e de aspecto envelhecido. A decoração é cheia de lembranças dos bons tempos, armas e retratos de antepassados famosos. Como o nosso imperador Dom Pedro I.

O título oficial de Dom Duarte é de Duque de Bragança, nasceu no exílio mas é português nato, pois foi em solo português na embaixada de Berna em 1945. Iniciou os estudos com os Jesuitas e se formou em agricultura pela Universidade de Lisboa. Depois foi cumprir o serviço militar em Angola, justamente nos anos da guerra, como mostra em retratos, ele era piloto de helicópteros.

Apesar de não possuir a coroa, sua agenda é bastante corrida. Preside uma fundação, como também participa do Conselho da Confederação Nacional de Cooperativas Agrícolas e Crédito. Recebe eventualmente algumas autoridades e figuras proeminentes em Portugal, como também é chamado a dar sua opnião a respeito de assuntos de interesse popular. Segundo o governo, ele não recebe ajuda de custos para seus gastos, mas possui um passaporte diplomático.

Diz que costuma viajar e que seu carro tem dez anos, e é contra os gastos do governo republicano em obras desnecessárias. Católico, abomina a posição do atual governo em permitir o aborto em vez de incentivar a adoção.

Casou há cinquenta anos com Isabel Inês de Castro Curvelo de Herédia , no momento em que era tido como solteirão convicto. Com ela teve três filhos, o maior, está com 16 anos e vive preso a um ipad. Segundo seu pai, tem gosto por biologia e se preocupa com a sucessão e não quer se tornar outra figura insignificante a margem da história.

“Es una responsabilidad: asumir la cabeza de una casa real con casi mil años de historia. Y servir al pueblo donde el pueblo diga, reinando o no”.  -” É uma responsabilidade assumir a liderança de uma casa real com quase mil anos de história. E servir a um povo onde ele diga,  reinando ou não.”

Fonte:  El País

Anúncios