Daí a César o que é de César, daí a Putin o que é de Putin.


Enquanto os ocidentais discutem a nível acadêmico as teorias de Alexander Dugin, parece que no oriente a única preocupação é quando serão implementadas. Cada vez mais parece que Putin está com “a faca e o queijo na mão” e que ele irá se banquetear.

Será que essa situação foi prevista ou até planejada? Tudo indica que sim, em reunião com a OTAN, o homem laranja (Trump) havia sinalizado que a crescente dependencia do gás russo pela Alemanha seria perigoso no futuro e totalmente imbecil como estratégia energética. Ao que a Alemanha fingiu-se de surda e cada vez mais de louca, ao se prestar estar atendendo as reinvidicações de grupos ambientais como o da ativista e mentalmente retardada Greta Thunberg (olhe os olhos dela), campanhas essas que são apoiadas pelo governo e pelas grandes corporações num grande teatro.

As campanhas seguem os roteiros dados pelas corporações, o governo não consegue as realizar e bate a porta dessas corporações que fornecem os meios técnicos e financeiros, o que aumenta a dependencia de toda sociedade com instituições que não a representam e não possuem responsabilidades pelas falhas de suas propostas, porém detêm todo o poder em determinar quais os caminhos a seguir.

Com isso, a Alemanha diminuiu o consumo de energia vindas do carvão, petróleo e até energia atômica para ficar cada vez mais dependente do gás fornecido pela Rússia e ainda incrementou seus gastos com o estímulo da produção e aquisição de veículos elétricos. Fato esse que no último inverno se mostrou arriscado devido aos black-outs de energia e as falhas com as usinas eólicas.

As pás dos moinhos eólicos se congelaram no rigoroso inverno e tiveram de ser descongeladas com o uso de centenas de litros de gasolina que queimaram para aquecer esses moinhos.

O conflito na Ucrânia serviu de amostra do que se seguiu, com as sanções contra o governo de Moscou, bastou que Putin ameaçasse um “fechar de válvula” que o discurso ocidental se torne mais moderado e os ânimos para uma “guerra total” se esfriassem.

O que Alexander Dugin não conseguiu no campo literário está obtendo no campo real, a formação de dois grandes polos de poder e sobretudo o enfraquecimento do ocidente que conta com o auxílio interno dos governos e das grandes corporações ocidentais, sejam as big-techs, big-pharmas, redes sociais e a mídia mainstream, além dos donos do sistema financeiro mundial.

Será que foram esses os motivos para que arriscassem se expor tanto em criar um complo para fraudarem as eleições americanas e tirassem o homem laranja do poder, pois poderia atrapalhar com a hegemonia energética russa e impedir o conflito na Ucrânia?

O carro chefe da conspiração, o laptop de Hunter Biden, filho do presidente Biden está cada vez mais mostrando os bastidores sujos do poder nos EUA e as ligações criminosas de autoridades com traficantes, pedófilos e o serviço secreto de Israel. Esse assunto que foi mostrado na época como apenas uma “teoria da conspiração” foi agora confirmado e as tais ligações de Trump com o governo russo, agora se mostraram ser as verdadeiras fake-news.

Ao que parece, alguém, por algum motivo, está tentando criar uma imagem de confiança em torno da figura de Vlademir Putin. Os EUA ficaram desacreditados quando mataram Sadam-Hussein e as acusações de produção de armas de destruição em massa se provaram serem mentiras. Mas e no caso da Ucrânia, os laboratórios de armas biolôgicas mantidos pelos EUA no território ucraniano foram confirmados e o laptop de Hunter Biden os liga com esses laboratórios.

Ou tudo isso foi uma sequência inacreditável de erros ou foi um jogo bem planejado, no qual a moeda que serviu de lastro para o sistema financeiro mundial desde a II Grande Guerra será retirada de seu posto e veremos a subida de uma nova potencia mundial. Tudo isso com as bençãos de Klaus Shwab e seu Forúm Econômico Mundial que vai ser apresentado como o único capaz de resolver esse problema!

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s