Eu serei você amanhã


Gato se olhando no espelho (1946), de Brassaï

Roteiro – sugestão

Num futuro não muito distante, as pessoas perderam as noções de costrução e fica cada vez mais difícil produzir bens de consumo. Nesse cenário, dois amigos se divertem na beira de uma estrada assistindo os carros autômatos passarem.

Os carros são sucatas que andam, visto que não se fabricam mais peças de reposição e eles são mantidos dos restos de outros de outros carros.

Um dos amigos é rico, vamos chama-lo de Richard e o outro, pobre e se chama Bob. Os dois são colegas desde o ginasial e Richard precisa contar um segredo, ele possui doença terminal porém não quer que sua empresa caia nas mãos de pessoas erradas.

Bob sabe que Richard tem um projeto secreto sobre “clonagem humana” porém não sabe em que se baseia. Ao invês de gerar um novo indivíduo, ele transforma uma pessoa viva em outra porém isso leva um tempo bastante longo, uns 16 anos.

Richard consegue por meio de advogados uma maneira de congelar seus bens por até 16 anos caso ele despareça. Sua doença se agrava e ele pede ao amigo que cuide de seu carro, o último que resta inteiro. Quando morre, está planejado o sumiço de seu corpo e nos notíciarios aparecem as notícias de uma viagem ao oriente aonde seu avião desaparece e ele não é mais visto.

Bob recebe do advogado as chaves do carro e vai buscá-lo na mansão do colega. Quando o liga na tela central do painel aparece um vídeo de Richard que o saúda:

  • Oi Bob, eu sabia que você não resistiria ao carro, por isso o modifiquei, ele é a máquina que eu estava construindo e agora você vai dormir um sono de 16 anos e quando acordar será eu! Peço apenas que cuide bem de minhas empresas, o mundo precisa delas!

O assento se inclina e diversas mãos robóticas prendem e sedam Bob que está bastante assustado.

O veículo fica oculto pelos próximos 16 anos até que a programação de despertar ocorre, Bob está identico a Richard e é recebido pelos empregados de Richard como se fosse ele. Porém mantém certos cacuetes e manias que o revelam e isso causa situações embaraçosas, como com a esposa de Richard e os sócios da empresa.

A luta de Bob é para reverter os danos causados pelas grandes corporações, produzem apenas o mínimo necessário para as pessoas que não sabem o que fazer, como produzir e buscar por mais! Bob usa todos os recursos das empresas para instruir as pessoas, a principio com forte resistência e depois com astúcio a situação começa a se reverter e cada vez mais a independencia individual começa a florir.

“O governo não lucra com indivíduos auto-suficientes.”

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s