7 de Setembro: a volta do Patriotismo


Para um Nacionalista, o Patriotismo nada mais é que um eufemismo, mas os usos correntes de tais palavras as distanciaram perigosamente, como num velório, estão a seguir as etapas do luto: a negação do fato.

Como a atual narrativa se vale de “quem faz” mais do que “o que faz”, relativizaram tudo, um crime se pode assim chamar dependendo do criminoso! Da mesma forma vale o Patriotismo e o Nacionalismo, quando feito aqui no Brasil, não aceitam falar em Nacionalismo devido aos ranços com militarismos ou atos correlatos em ditaduras. Estranho que em países como a beligerante Israel, isso pode e tudo vale!

Ontem, ao participar dos atos em pró o nosso governo Federal e Nosso Presidente me lembrei das palavras de Abraham Lincoln (Pai Abe), que disse “você pode enganar a todos algum tempo, pode enganar algum por todo o tempo, mas não pode enganar a todos o tempo todo”.

As máscaras da esquerda caem e não estou falando sobre as da “fraudemia”, as falsas intenções estão transparecendo e cada vez mais pessoas descobrem a verdade: nunca foi pela saúde, foi pelo controle e pelo poder. Apesar do esforço homérico da mídia em forjar narrativas mais fantasiosas e da censura feita nas redes sociais.

Os cartazes que vi na Avenida Paulista, em vários idiomas (Inglês, Francês e Alemão) discursos em espanhol (lembrando que fazemos parte da América Latina) pediam quase as mesmas coisas: a criminalização do comunismo, a retirada dos membros do STF que estão rasgando a Constituição, a volta das nossas liberdades, de ir e vir, direito a expressar as nossas opiniões e sobre o voto digital auditável.

As pessoas por trás dos cartazes, com mãos e rostos sujos de canetinhas, sabiam muito bem o que pediam. Somente os ativistas políticos de redação não perceberam. Ao negarem as imagens impressionantes, jogam para o fundo da latrina o resto de confiabilidade que possuíam e vão fazer show para os zumbis travestidos de intelectuais da esquerda. Lembrando Aldo Huxley que dizia, “uma idéia tão idiota que só um intelectual pode acreditar”.

Muitos criticaram essas manifestações antes de acontecerem, achando que nada mudariam, porém elas servem de alerta! Não existe nada de mais malandro e infame que utilizar da honestidade das pessoas para lhe imprimirem leis draconianas acreditando que eles não vão se rebelar! O povo sentiu o gosto de poder tomar as rédeas da história em suas mãos e poderem traçar o seu próprio rumo e eles vão querer isso de novo!

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s