Falácias do pensamento moderno


O despertar é algo dolorido e solitário, mas a clareza com que o véu das falsidades cai perante o conhecimento e a verdade são inigualáveis. Nenhuma experiência se iguala! Ao perceber que as opiniões que prevalecem na mídia não possuem bases factuais e são criadas por um sistema de lógica “mecânica” destituído de qualquer relação com a realidade.

As nossas reações seguem os nossos “treinamentos”, situações novas trazem respostas quase mecânicas como eu não fui educado assim ou isso não é o meu costume e causam respostas como isso é antigo, ainda pensa assim em pleno século XXI pelos adeptos da esquerda que seguem a cartilha da crítica revolucionaria e do politicamente correto.

Como mudar essa situação, como alterar a nossa programação?

Ao percebermos que a maioria das pessoas não entende o que está acontecendo e dão como explicação qualquer conceito que tenham aprendido seja no tempo de escola, seja em pesquisas posteriores, isso não é suficiente, algo escapa a sua compreensão. O que ocorre no mundo real?

A frase de Nikita Khrushchev, antigo dirigente soviético se tornou realidade, “Vocês americanos são tão crédulos. Não, vocês não vão aceitar o comunismo, mas vamos continuar a alimentá-los com pequenas doses de socialismo até que vocês finalmente acordem e descubram que vocês já tem o comunismo. Nós não vamos ter que lutar contra vocês. Vamos enfraquecer a sua economia até que vocês caiam como frutas maduras em nossas mãos.

Finalmente acordamos e o mundo mudou, não importa mais o tamanho da máquina administrativa do governo ou a sua forma, seja presidencialismo, parlamentarismo ou monarquia, para todos os lados que olhamos, existe uma mesma intimidação, a mesma chantagem, somos vítimas de nossa própria tolerância, os “bolscheviques” invadiram nossas pátrias e tornaram tudo uma “ditadura sanitária” seja onde for.

Não lembram de Aldo Huxley e de sua previsão mais sinistra feita em 1931: “A ditadura perfeita terá a aparência da democracia, uma prisão sem muros na qual os prisioneiros não sonharão sequer com a fuga. Um sistema de escravatura onde, graças ao consumo e ao divertimento, os escravos terão amor à sua escravidão.”

Por que não ouso descrever o que vejo? Porque me é impossível colocar em palavras tão horrível cenário, quase inefável essa amarga situação e por outros até abraçada, uma falsa sensação de segurança paga com a própria liberdade, não sei se por ingenuidade, ignorância ou iniquidade.

Os alemães dizem que não somos responsáveis pela programação que recebemos na infância, porém somos responsáveis em tentar mudar quando adultos, quando alguém lhe apresenta uma “narrativa” mude o seu rumo, apresenta-lhe um novo cenário, mude a perspectiva, mude o foco, mude tudo! sempre pergunte – e o que mais?

Da mesma forma que a narrativa comunista não pode ser enxuta para ser ensinada as crianças, ela também não pode mudar de cenário, pois não possui bases sólidas, ou princípios ou alguma moral que embase qualquer uma de suas teses. A ideologia marxista não passa de um castelo de cartas, alto e esplendoroso e ao mesmo tempo frágil e volátil.

Se não acredita, ponha em prova, os principais movimentos de esquerda, seja os ambientalistas que defendem um carro elétrico, cuja bateria para ser fabricada expele mais gás carbônico que anos de uso de um automóvel de combustão interna, ou a ideologia de gênero que promove a pedofilia, movimentos que pedem tolerância para depois censurar quem não pensa como eles. Pessoas que confundem a ação de homens falíveis com instituições sólidas como a igreja, aqueles que invertem as posições entre exceções e regras, a falta de um policial mancha a reputação de toda a Companhia, porém os escândalos dos médicos que recebem propinas das indústrias farmacêuticas passam em branco.

A frase abaixo do criador dessa ideologia genocida demonstra claramente a finalidade de seu intento e para onde ele condenou a humanidade e para onde muitos caminham sem pestanejar:

O caminho do inferno está pavimentado de boas intenções.Karl Marx

O mal é a força que acredita que seu conhecimento é total.” Jordan Peterson

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s