O que há por trás das campanhas esquerdistas!


Quando René Guénon escreveu “Os Símbolos da Ciência Sagrada”, no primeiro capítulo, ele já denunciava o declínio do pensamento na era moderna, usa até como exemplo a “Suma Teológica” de São Tomás de Aquino que na Idade Média era de uso dos estudantes que a conheciam de cor, porém os atuais estudantes nem poderiam assimilá-la.

A intelectualidade estava sendo substituída pelo “racionalismo” e pelo “sentimentalismo” que são faces da mesma moeda e ambas são descaradamente utilizadas pelo comunismo como forma de propagação de suas idéias. Até mesmo Nietzsche sinalizava essa queda, como mencionou em sua obra, “O Crepúsculo dos Ídolos”, a transformação do ensino Superior em mero concorrente dos cursos técnicos, que apenas garantem uma profissão aos estudantes sem se preocupar com sua formação humanista e integral.

Autores como Marx, Engels e seu sucessor Gramsci, se aproveitam dessa queda na “criticidade” dos seus leitores para disseminar uma forma de pensar, mecânica e manipuladora com ênfase a um universo limitado e aproveitando dos temores e sentimentos mais baixos dessas pessoas, aflorando o pequeno ditador que existe dentro de cada um de nós.

Observem a sua volta e na internet, as pessoas não conseguem mais ler um grandes texto, conheço gente que ao pegar um livro nas mãos, folheiam até a última página e descartam se tiver mais de 100 páginas. Um vídeo de uma hora de duração, é longo demais para uma vida de coisas imediatas e volúveis. O vocabulário está diminuindo, assim como a gramática que querem estuprar a todo custo. Sim, ao custo da mente das pessoas que segundo estudos, está cada vez mais declinando em suas atividades cognitivas.

O que temos é um monte de palavras, termos e idéias que estão proibidos pelo “politicamente correto’ e moralmente absurdo. Moralidade e espiritualidade soam como palavrões para esses analfabetos funcionais que usam a parte mecânica para responder com suas “críticas revolucionárias”, suas opiniões sem embasamento factual e suas fugas com falácias. Como não conseguem responder, se empenham em desqualificar o oponente.

Através das rede sociais, os comunistas propagam campanhas que a priori parecem ter algum fundamente, basta uma análise que seu verniz de “correto” se apagar. A campanha “anti-fumo”, denunciada e ridicularizada pelo Prof. Olavo de Carvalho, os seus partidários estão saindo das covas e se mostram a favor de drogas muito mais nocivas como maconha e aqueles “cigarros árabes” conhecidos como narguilé, que são usados por crianças a luz do dia.

As campanhas ditas pró animais que escondem interesses escusos, como o fim do uso de animais em pesquisas cientificas que agora são substituídos por fetos humanos obtidos em abortos, como foi liberado pelo atual presidente americano Biden que lutou para retirar os entraves criados pelo seu antecessor, o Presidente Trump para essas práticas. Biden sinalizou sua agenda comunista assim que entrou na Casa Branca pela porta dos fundos e liberou verbas para ONGs pró-aborto.

Outras campanhas que também preocupam são as LGBT que são amparadas por elites interessadas em descriminalização do incesto e da pedofilia. Como já ocorreu no estado da Califórnia nos Estados Unidos, em que se retirou a qualificação de estupro para casos de sexo anal e oral. Como também relativizou a pedofilia, visto que se a diferença de idade entre a vítima e o suspeito(a) for menor ou igual a 10 anos, não será pedofilia. Uma criança de 10 anos pode ter um caso com um adulto de 20 anos!

Entendemos que temos dias em que acordamos de mau humor e queremos bater em quem aparecer na nossa frente e podemos dizer algo como “odeio a humanidade”, porém tornar isso um modo de vida é doentia e precisa de terapia. Como dizer, odeio a humanidade se eu faço parte dela, a humanidade é muita gente, que percentual de humanos eu realmente conheço? Não faz sentido! Mas é com isso que os comunistas contam, a coisa mais sem sentido que vejo atualmente, as pessoas que odeiam a pessoa do Nosso Presidente e usam isso como desculpa para desejarem a queda do nosso país. Quando você vai para escola, não foi você que escolheu seu professor, mas não precisa gostar dele, apenas respeitá-lo, o mesmo vale para o seu chefe na sua empresa ou as pessoas mais velhas da sua família, como aquela avó ranzinza que reclama de tudo!

Cuidado para tudo que apela para sua bondade, uma campanha pró imigração se faz discretamente nas estações de metrô de São Paulo, com dizeres como, receba bem o estrangeiro. Tal fato, em 2015 e em 2017 não deu bons resultados na Alemanha, onde o alemão nativo se tornou um cidadão de segunda classe e o estrangeiro goza de benfeitorias com a justiça alemã. Um país que desconhecia crimes, assistiu a arrastões em trens bala, mulheres estupradas e roubos a bomba em caixas eletrônicos. A mídia acoberta e quando precisam falar de traficantes, dizem que são pessoas de “nacionalidades diferentes”.

Estamos em uma guerra, além de nos protegermos fisicamente da gripe chinesa, tome sol, vitamina D e mantenha seu organismo o menos ácido possível, orientação de médico colombiano. Procure manter a mente clara, não se leve pelo “simplismo” e pesquise e analise sempre. Tem muita mortadela com rótulo de caviar!

Desconfie quando a exceção se tornar regra!

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s