A Amazonia é nossa!


“Alguns ficam tristes quando uma árvore é cortada na Amazônia mas são insensíveis quando ocorre nos seus quintais. “ Sergio Farjardo

Esta frase serve tanto para os estrangeiros como para os brasileiros que hoje se mostram indignados com a situação da Amazônia. Pessoas que recorrem a campanhas meramente sentimentalistas para discorrer de um problema muito mais sério.

A Alemanha que, para os que não sabem, sempre teve uma tradição imperialista, que é anterior a I Grande Guerra, ainda no Império Austro-hungaro foi absorvendo grandes áreas em países tropicais como na África e que as perdeu no final da I Grande Guerra com o Tratado de Versalhes e que este ainda lhe tomou parte do território no continente Europeu.

As pretensões alemãs para esses territórios eram tantas que após a sua derrota, ficou sobrando grandes quantidades de tecido caqui para a manufaturação de uniformes para os soldados enviados a essas colônias. Com isso, o nascente partido Nacional Socialista as comprou barato e fez os famosos uniformes dos “camisas pardas”, o Sturm Abteilung (S.A.) Divisão Tempestade ou Divisão de Assalto. Esse era o grupo paramilitar responsável pela proteção dos principais membros do partido nazista.

Hoje, as pretensões estrangeiras em nosso terrítorio estão com vistas a coisas mais valiosas do que a mata ou a agricultura decorrente do desmatamento e sim para as riquezas do subsolo da Amazônia que exploram sem a intervenção do nosso governo ou de empresas nacionais.

O “protecionismo” que prevalece nessa área só serve para isolá-la do restante do país e para que não possamos fiscalizar a ação das ONGs, dos governos estrangeiros e das multinacionais que perambulam livremente nessas regiões.

Se querem pedir provas e explicações que cobrem desses grupos e não do governo federal que está com as mãos amarradas devido a uma legislação criada para satisfazer interresses anti-nacionais.

A política assistencialista das ONGs só presta para manter na miséria os grupos indígenas que são meras figuras decorativas, chega de mantê-los como “animais de zoológico”, não é obrigando o índio a ficar pelado que irá preservar a sua cultura. Olhem para o oriente, os tigres asiáticos são países desenvolvidos tecnologicamente mas que não abriram mão de suas culturas e cada uma diferente da outra.

As queimadas são suspeitas, sim. Que aumentam justo quando se voltam os olhos para a região norte. Porque será?

Nos Estados Unidos, a alguns anos atrás, os alunos recebiam cartilhas de geografia onde a Amazônia figurava como território internacional e não mais pertencia ao Brasil. O assunto, como sempre, foi abafado e as cartilhas recolhidas. Vamos ficar mais atentos!

“Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma.”  Joseph Pulitzer

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s