Como é bom ser católico


No nobis, sed nomini Tuo da gloriam

Ao sermos a única Igreja fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo e termos os legítimos representantes dos apóstolos como nossos pastores e o único representante de Deus na Terra, na figura de Sua Santidade o Santo Padre, Papa Francisco. Realmente devemos nos regozijar em estarmos em tão boa companhia. Se isto não for suficiente, basta lembrar da quantidade de Santos e Martires que lutaram em pró da Igreja Católica nesses dois mil anos de história.

Material de estudo

A Igreja Católica possui uma imensa tradição formada nesse período, uma grande quantidade de material escrito, além da Bíblia que fica sempre na versão completa e não rasurada de outras igrejas. Possuimos o Catecismo, as Doutrinas, os sete Sacramentos, as Homílias, os escritos dos Santos e dos Doutores da Igreja.

Tanto material de estudo e ainda tem gente que se apega apenas a umas pouca páginas das escrituras, como fazem os “evangélicos”, que tentam reinterpretar as palavras de Deus e se omitem dos métodos e as regras da hermeneutica, como que banalizassem os estudos daquilo que é Sagrado.

O valor daquilo que possuímos

A Igreja Católica nos acompanha desde o nascimento até a morte, os Sacramentos perfazem uma roda a nossa volta, nos protegendo o tempo todo, cada qual em seu momento certo. O Bispo Emérito de Roma, Papa Bento XVI nos desafia a ler artigos de outras fontes para conferirmos aquilo que é o certo e verdadeiro. Já o fiz, várias vezes e é realmente verdade. Muitos escritos orientais fazem menção aos Sacramentos Católicos como coisas certas e corretas de uma forma tão enfática que nunca havia visto nos escritos ocidentais.

A necessidade de se fazer valer cada palavra de Deus é tanta que nos dá até vergonha de termos tudo isso de “mão beijada” e não valorizarmos. Somos realmente pessoas de sorte e não temos a menor noção disso.

Perda de tempo

Com tudo isso, ainda existem pessoas que insistem em perder o seu tempo e o nosso em picuinhas, fofocas e em profecias sem nexo, pessoas que não aceitam as palavras dos Pastores, do Santo Padre, o Concílio Vaticano II e que esperam tudo de ruim. Aguardam um Concílio Vaticano III para ter um novo assunto a discordar.

São esses os “cristãos tíbios” que tanto se referiu Bento XIV, como também o Papa Francisco, eles temem tudo e todos, temem perder a fé. Como se fosse possível perder o que nunca se teve. Temem o Ecumenismo, como se os “evangélicos” pudessem nos ensinar algo novo. Temem imagens e palavras, como se desconhecem a origem de tudo, Deus!!!

Pouco se pede, muito se recebe

A Igreja Católica oferece o perdão e remissão de nossos pecados, basta pedir a Deus e invocar a intercessão de Nossa Senhora. Tudo tão simples, mas nos cansamos fácil, nos cansamos de pedir e rogar, mas Ele não se cansa de perdoar. Temos de ter em mente que a Igreja Católica representa um Marco na história humana, que somos um princípio, somos imitados e motivo de muitas discussões.

Perdemos os princípios antigos da Catequese, do ensinar, não estamos mais preparados para guiar, a inanição e as facilidades da vida moderna nos atingiram em cheio. Quando convidados para uma cerimônia ecumênica, parecemos gordos que reclamam da ginástica. Em vez de acender uma vela, reclamamos da escuridão.

“Protege Senhor a tua Igreja”: é tua! Com esta atitude ele dar-nos-á, no meio das tribulações, a paz que só ele pode dar. A paz que o mundo não pode dar, que não se compra; a paz que é um dom verdadeiro da presença de Jesus no meio da sua Igreja” Papa Francisco, Capela Santa Martha, 18/05/2013.

Texto publicado originalmente na eCatholicus em 01/06/2013

1 Comentário

  1. Sempre trazendo uma reflexão…
    Muito bom!

    Continue na luta e tenha certeza que não está sozinho!


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s