Para uma salvação autêntica


Nós podemos afirmar que todas as religiões são caminho de salvação?

Com essa pergunta, o Reverendíssimo Padre Paulo Ricardo fez o vídeo 191 de seu site, no caso, ele discute sobre a criação de uma igreja ecumênica que seria uma globalização de todas as igrejas existentes e sem nenhuma em destaque. Contudo ressalta as divergências que isso traria com os dogmas da Santa Igreja Catôlica.

O interessante desse vídeo são referente as ações do Espírito Santo nessas outras vertentes da humanidade e como elas apontam para a Santa Sé. Isso nos faz lembrar os avisos do Bispo Emérito de Roma, o Papa Bento XIV, que dizia, “não sejam tíbios”, ou sejam, pedia para que nós, católicos, não tivessemos medo. Medo de sair e enfrentar o mundo.

O Santo Padre recomendava a leitura de textos “não católicos” para se verificar a respeito da verdade dita nesses textos e como essa verdade aponta para o catolicismo. Posso garantir que fiz tal experiência e que realmente acabei encontrando textos que concordam com a doutrina católica e que afirmam “ser essa a única verdade”.

O Padre Ricardo lembra os cinco pilares que se apoiam os textos católicos é que são as condições sine qua non para que uma outra “filosofia” possa ser aceita perante o catolicismo. Como também que a doutrina católica é completa, ou seja, ela não depende desses textos ou filosofias para existir ou ser o caminho da salvação.

Se realmente temos fé em nossa Igreja, ao ler, ouvir ou partilhar de outras informações diferentes não nos tornará “convertidos” para outras religiões? Não, pois como bem diz o Padre Ricardo: o Espírito Santo age em toda a parte e ele planta sementes de verdade em todos os corações. Seria como se fossem algumas pinceladas que aguçam a curiosidade e que florescem no momento do encontro com a justa verdade. Devemos lembrar do que ocorreu após Sua Santidade, o beato João Paulo II ter beijado um Alcorão e um grande número de muçulmanos se converteu ao cristianismo ou como a Igreja tem se expandido na África e na Ásia. Infelizmente, é claro, apesar das perseguições que sofrem esses convertidos, pois elas se mostram tão eficazes que acabam causando um forte temor em outras vertentes religiosas, como os muçulmanos radicais.

Em síntese, se um cristão que possui forte raízes em sua Igreja e que “comunga” da verdade não deve temer o conhecimento alheio, pois estará sempre protegido pela fé e terá sempre uma justa resposta para as armadilhas do relativismo e do liberalismo religioso.

Para maiores informações acesse o link abaixo:

Link: http://padrepauloricardo.org/

“Tratemos, nós mesmos, de conhecê-lo cada vez melhor para poder conduzir também os outros, de modo convincente, a ele. Por isso é tão importante o amor à Sagrada Escritura e, em consequência, conhecer a fé da Igreja que nos mostra o sentido da Escritura” Papa Emérito Bento XVI

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s