O mais antigo Metro se aposenta


Vagões com um século de uso

http://i0.ig.com/fw/8z/vz/pz/8zvzpz4vn57lfmml4usu4b7o2.jpg

Nesta semana, realizaram a última viagem com os antigos vagões belgas da mais antiga linha de Metrô da América Latina. Em 1913, chegaram em Buenos Aires, os vagões produzidos na Bélgica pela empresa La Brugeoise, produzidos com bancos e acabamento em madeira, tinham espelhos entre as janelas.

Os vagões que estavam em operação há um século, agora serão substituidos por chineses, adquiridos pelo governo da Presidente Cristina Fernández de Kirchner. A decisão do Prefeito Mauricio Macri, opositor da presidente, foi devido ao fato destes serem os mais antigos vagões em operação no mundo todo.

Operavam na linha A, de nove quilometros, através de quinze estações, entre a Praça de Maio e o Bairro das Flores. Foram várias vezes reformados, mas sempre mantendo as característica originais do início do século XX, como  as lâmpadas e as portas. Não utilizavam ar condicionado como outros vagões da cidade portenha, por isso, sempre com as janelas abertas e o peculiar chiado das rodas nos trilhos. A diferença entre eles seria mais pelo balanço dos vagões antigos, que pareciam querer descarrilhar. Apesar disso, em todo esse tempo, não teve nenhum acidente sério.

Os cidadães locais os utilizavam com naturalidade, mas os turistas os viam como uma atração a mais na capital Argentina.

Na opinião dos usuários, eles deixaram saudade, mas alguns acham que poderiam já estarem perigosos, segundo um funcionário do Metrô, os sistemas de freio eram muito antigos e os vagões tinham que recebem muita manutenção.

O possível destino destes 55 vagões será se tornarem bibliotecas públicas em diversos pontos da cidade. O governo federal planejava reformar novamente esses vagões, mas a decisão de retirá-los de circulação foi do prefeito.

O governo de Kirchner comprou 45 vagões chineses por 100 milhões de dolares e está descontente com a decisão do prefeito de paralizar a linha A até a colocação dos novos chineses.

Fonte: El País

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s