Minhas faces, meinen Wangen

Meinen Wangen

Minhas faces

Ich bin alter, Ich bin müde

Estoy en todos los lugares

Ne me quitte pas!

Pero, estoy con vosotros, die ganze Zeit!

Tengo el fuerza del sol y los colores del arco iris

Ich bin wie ein kleines Samenkorn!

Pero puedo cambiar el mundo!

Nur ein Wort, eine Berührung

E a mágica acontece!

Poema: Apinhados

Apinhados

Apinhados como livros numa estante disforme

Se um cai, todos caem

Apinhados

Um apinhado de emoções

Como em um dicionário

Alegria, Amor, Melancolia, náusea … ódio

Apinhados

Um amontoado de roupas … nem uma boutique, nem um brechó

Calças, camisas, blusas … formando manequins grotescos

Apinhados

Um grupo de corações, solitários que batem como um

Se pudesse ouvir, ficaria surdo

Apinhados

Nervos, músculos, ossos e cérebros

Num açougue, nem tanta carne teria

Apinhados

De coisas pequenas, que se amontoam como areia na praia

Fones de ouvido, celulares, moedas, brincos e tatuagens

Apinhados

Como soldadinhos de chumbo

Sempre em fila, marchando para a saída, como uma salvação

Apinhados

Um coletivo de gente

Que num veiculo de aço, carrega sonhos

Como uma nuvem, que descarrega

De ponto em ponto, um pouco de esperança…